Uma breve análise sobre a atual metodologia aplicada nas escolas e a perspectiva de mudanças

giz

Realizado na terça-feira (25/08), o Transformar é um encontro que aborda pautas referentes à inovação educacional no país. Já em sua terceira edição, apresenta algumas das principais experiências que revolucionam a educação mundial.

Segundo reportagem publicada no jornal Estadão, Marjo Kyllöen, gestora finlandesa de educação e palestrante do evento, afirma que as escolas devem abandonar conteúdos isolados e adotar processos de aprendizagem mais abrangentes.

A Finlândia é um dos países com melhor desempenho educacional no mundo. Dessa forma, suas escolas passam por um processo de renovação curricular na educação básica.

A palestrante pontuou que as escolas mantêm um modelo antigo, definido na era industrial –baseado em obediência e produção na hora certa. O tempo passou, as sociedades e suas necessidades transformaram-se. Com a Internet e outras mídias de massa, o conhecimento não está mais limitado ao professor. O ensino, porém, mantém-se fortemente alinhado a outro século.

Estaria o nosso modelo de ensino condizente ao esperado para geração atual? As competências e conhecimentos exigidos na vida profissional possuem padrões cada vez mais dinâmicos e elevados, mas, no entanto, o formato de preparação de crianças e jovens não acompanha tal velocidade. A distância entre a vida real e a escola ainda é grande.

Alternativas podem e devem ser estudadas para ajustar o descompasso presente nas salas de aulas. Atividades interdisciplinares são uma boa alternativa? Trabalhar habilidades práticas em paralelo ao conhecimento teórico representa melhorias? Os sistemas de avaliação realmente são capazes de medir o desempenho escolar de cada aluno?

As análises são extensas e as possibilidades variadas. Repensar os modelos atuais mostra-se como uma necessidade. É importante ter em mente que a metodologia deve estar consoante aos desafios contemporâneos e, também, ao que aspiramos como sociedade ideal.

Qual a sua opinião sobre o assunto? Qual mudanças são necessárias? Os esforços do Crea + caminham para esse sentido? Participe nos comentários! 😉

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s